Jornal de Opinião

São muitos os textos enviados para a Agência Ecclesia com pedido de publicação. De diferentes personalidades e contextos sociais e eclesiais, o seu conteúdo é exclusivamente da responsabilidade dos seus autores. São esses textos que aqui se publicam, sem que afectem critérios editoriais da Agência Ecclesia. Trata-se de um espaço de divulgação da opinião assinada e assumida, contribuindo para o debate de ideias, que a internet possibilita.

04/04/12

Ao compasso do tempo - 06 Abril de 2012

Inscrever a fé cristã no tecido da sociedade é a nossa missão. Mesmo alguns não católicos, à semelhança do sociólogo Marcel Gauchet, desejam que a Igreja não se retire das sociedades secularizadas mas que aí invente novas formas de presença. Que os valores e os critérios do Evangelho iluminem e qualifiquem os normais comportamentos humanos, seja o civismo, seja a pesquisa científica, seja uma associação solidária de moradores. É o fermento a levedar, sem ser precisa uma apresentação (um bilhete de identidade ou um distintivo na lapela do casaco). E continua Gauchet: “mas que este estilo de viver seja sempre respeitador do carácter não religioso que aí se respira”.

Recusamos os silêncios e o negativo: a violência, a insegurança, o desemprego, a corrupção…

Mas temos dificuldade em responder positivamente: como defender a dignidade humana? Como prestar a atenção a situações de pessoas do nosso ambiente profissional?
Como desenvolver um espírito de civilidade e de cidadania no prédio onde habitamos? Como exercer a justiça junto de quem nos serve? Como plantar um tom de humanidade no dia a dia, indiferente e distraído? Como celebrar a Páscoa, se não somos protagonistas da grande corrente de libertação, que se apõe à escravatura de toda e qualquer ordem, impedindo que a desilusão de tantas espécies de morte abafe a nossa alegria de viver e coexistir?

Num tempo, em que se promove a espiritualidade(s), para além dos muros da religiosidade, como encher o mundo de novos valores a partir da espiritualidade em que acreditamos?


Lisboa, 06 de Abril de 2012
D. Januário Torgal Mendes Ferreira
Bispo das Forças Armadas e Forças de Segurança

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial