Jornal de Opinião

São muitos os textos enviados para a Agência Ecclesia com pedido de publicação. De diferentes personalidades e contextos sociais e eclesiais, o seu conteúdo é exclusivamente da responsabilidade dos seus autores. São esses textos que aqui se publicam, sem que afectem critérios editoriais da Agência Ecclesia. Trata-se de um espaço de divulgação da opinião assinada e assumida, contribuindo para o debate de ideias, que a internet possibilita.

03/12/12

A Imaculada Conceição e o Dia Mundial dos Santuários Marianos

Quando os portugueses começaram a lançar as caravelas e as naus pelos mares das descobertas e da conquista de novas terras transportavam marcos ou padrões com o escudo de Portugal, a cruz e a data para os implantar nas terras descobertas. O sentido era claro. Isto aqui é do rei de Portugal porque o descobriu e conquistou. João de Barros é muito claro sobre isto nas sua Décadas da India. Ao seguir-se com atenção a história do Cristianismo encontramos evidências de que Nossa Senhora desde os primeiros séculos também marcou os seus territórios e aceitou que os seus devotos o fizessem com sentido análogo e ainda mais real. Portugal perdeu muitas dessas conquistas ou só delas conserva posse simbólica (lusofonia). Nossa Senhora com o seu Filho Jesus têm marcas de propriedade e conquista em todo o mundo e ninguém lhes arrebatará o seu domínio: são milhares de santuários. Dezenas de países têm estas balizas no terreno e documentadas em livros. Por ocasião da solenidade da Imaculada Conceição seja-me permitida uma sugestão. Um Dia Mundial dos Santuários Marianos deveria ser celebrado para assinalar esta conquista. Quando vivi em Fátima cheguei a sugerir por tele-carta esse dia ao Padre Cristino do departamento de documentação do Santuário. Estou firmemente convencido, como exprimi nessa altura, que uma luz de amor irradiaria por todo o mundo nesse quando milhares de Santuários Marianos celebrassem A Mulher vestida de sol, grávida do seu Menino Jesus. E até outros santuários não marianos iriam querer aderir. Continuo convencido que não seria difícil escolher um dos dias mais solenes para o Coração Imaculado de Maria, por exemplo, a Assunção de Nossa Senhora, a Imaculada Conceição ou outro adequado para este Dia Mundial. Seria maravilhoso: milhões e milhões de peregrinos em mais de uma centena de países e em milhares dos santuários nacionais da Virgem Maria, a Imaculada Conceição, a proclamar as palavras de fé de Maria, e outras da Bíblia, sobre Ela: «eis a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra»; «fazei tudo o que Ele vos disser», «daqui em diante todas as gerações me chamarão bem aventurada». Ou então: «Ave Maria cheia de Graça, o Senhor está contigo», «bendita és tu porque acreditastes no que te foi dito da parte do Senhor», «mais felizes são os que ouvem a palavra de Deus e a põem em prática», «Mulher, eis aí o teu filho». Nesse dia seriam muitos milhões de fiéis a repetir essas e outra palavras de fé, a rezar o Rosário, a adorar e consagrar-se a Jesus na Eucaristia; a confiar-se ao Coração Imaculado de Maria, com as suas famílias, instituições e seus países, em atos de confirmação da sua vassalagem à Rainha da Humanidade. Maria, a Mulher vestida de sol e coroada de doze estrelas, com o seu Filho vence todas as forças do mal, mesmo a Serpente do Génesis, o Dragão e as Bestas do Apocalipse. E também as de hoje: do mal do relativismo, laicismo, destruição da família, promoção do aborto e do mercado de vidas humanas. Este Ano da Fé ao vigorar a fé pode alimentar a esperança de se vir a celebrar esse dia. Não é sonho. Com a oração de muitos é possível. O Dia Mundial dos Santuários Marianos pode tornar-se uma realidade. Funchal, Novena da Imaculada Conceição, 2 de Dezembro de 2012 Aires Gameiro

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial