Jornal de Opinião

São muitos os textos enviados para a Agência Ecclesia com pedido de publicação. De diferentes personalidades e contextos sociais e eclesiais, o seu conteúdo é exclusivamente da responsabilidade dos seus autores. São esses textos que aqui se publicam, sem que afectem critérios editoriais da Agência Ecclesia. Trata-se de um espaço de divulgação da opinião assinada e assumida, contribuindo para o debate de ideias, que a internet possibilita.

31/05/10

Vocações nos Estados Unidos

Costuma celebrar-se no princípio de Janeiro, nos Estados Unidos da América, a seguir à Festa do Baptismo do Senhor, a Semana das Vocações. Na celebração desta Festa os cristãos renovam os compromissos do seu Baptismo: caminhar segundo as pegadas de Jesus, amando a Deus acima de todas as coisas, vivendo na força da caridade, como fogo do Espírito Santo, dando graças a Deus pelo dom da vida, acertando o passo com Cristo e com a sua comunidade de fé à qual procura servir e sobretudo entusiasmar na vivência da fé. Isto num mundo em que há muitos baptizados que depressa esqueceram ou puseram de parte este compromisso com Deus e com os irmãos.

O sacramento do Baptismo introduz-nos no amor do Pai e por Ele somos chamados a anunciar a Boa Nova em todas as dimensões da vida, social, política, comunitária.
"Esta semana oferece a oportunidade às paróquias de toda a nação de promover as vocações por meio da oração e a educação", disse o cardeal-arcebispo de Boston, Sean O'Malley, Presidente da Comissão Episcopal para o clero, a vida consagrada e as vocações. "É nossa responsabilidade encorajar os jovens a serem generosos em sua resposta quando sentem a possibilidade de uma chamada ao serviço na Igreja.
Devemos pedir também aos pais, aos familiares e às nossas comunidades paroquiais para fazer parte deste novo trabalho, enquanto as vocações são responsabilidade de todos. Como rezamos por um maior número de seminaristas e candidatos à vida religiosa, recordamos também a importância de salvaguardar o dom da vocação".

Nesta semana se tomam várias iniciativas para sublinhar a importância do sacerdócio e da vida consagrada, como mediação entre Deus e a humanidade, com renovada intensidade neste Ano Sacerdotal. As várias dioceses dos Estados Unidos apresentam a missão do sacerdote por meio dos jornais diocesanos, dos sites web e muitas outras variadas
iniciativas: congressos, oração, reflexão, retiro, adoração ao Santíssimo Sacramento, apadrinhamento de sacerdotes.

Os Estados Unidos são o país que põe por ano muitos milhões para ajudar os países mais pobres e sobretudo aqueles que vão sendo flagelados pelas forças incontroláveis de uma Natureza que se vem vingando cada vez com mais frequência da "sacrílega" actuação de muitos que agem descaradamente contra as leis naturais. Podem os
habitantes dos Estados Unidos não serem dos melhores, mas pelo menos manifestam sua solidariedade, pois é um país rico, que tem governado a banca e a economia. É um país no entanto onde também há naturalmente pobreza e há também muitos malandros que não querem trabalhar. Mas também faz o bem a muitos, embora à mistura de guerras. São um travão na proliferação destas, através da via diplomática, onde tem tido
ultimamente gente de alto gabarito.

Segundo "The Official Catholic Directory 2009", há actualmente nos Estados Unidos 41.489 sacerdotes (28.061 diocesanos e 13.428 religiosos), 4.973 seminaristas (3.274 diocesanos e 1.699 religiosos), 60.715 religiosas e 4.905 religiosos não sacerdotes.

ARMANDO SOARES smbn

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial